WhatsApp: (63) 9 9222-2387

Atendimento: (63) 9 9253-3396

Medicina Nuclear
Cintilografia de Tireoide
Um dos principais benefícios dessa tecnologia é que por meio de exame simples, preciso e com poucos efeitos colaterais é possível captar imagens como se fossem “fotografias” da parte interna do corpo do paciente.

Indicação

  • Permite a avaliação da função da glândula tireoide, fazendo uso de pequena quantidade de material radioativo.
  • É importante na avaliação do estado funcional de nódulos tireoidianos.
  • Traz informações a respeito da morfologia tireoidiana.

Preparo

  • Mulheres grávidas, com suspeita de gravidez ou amamentando não poderão realizar o exame.
  • Jejum de 2 horas é necessário no primeiro dia de exame.
  • Após a administração da dose o paciente deve ficar em 2 horas de jejum.
  • Não recomenda-se realizar Cintilografia da Tireóide se o paciente tiver realizado exames com contraste iodado recente.
  • Os seguintes medicamentos devem ser suspensos
    • Por 7 dias: medicamentos anti-tireoidianos (propiltiuracil e tapazol).
    • Por 15 dias: xarope para tosse que contenha iodo, vitaminas e complementos que contenham iodo.
    • Por 21 dias: hormônios tireoidianos (levotiroxina, synthroid, puran T4, levoid, euthyrox e tetroid).
  • Se possível, trazer por escrito os medicamentos que faz uso e laudos de exames antigos: cintilografia prévia, ultrassonografia de tireoide e níveis sanguíneos de T3, T4 e TSH.

Como é realizado o exame?

O exame é realizado em 1 ou 2 dias seguidos.

Se exame de 1 dia com Peretenetato – 99m Tc ou Iodo-123:

O exame demora cerca de 1 a 2 horas. Será administrado por via endovenosa medicamento com pequena dose de material radioativo que também é contraste e não causa reações.

Após 20 minutos da injeção serão realizadas imagens da glândula tireoide. Para isso, o paciente ficará deitado na maca do aparelho por aproximadamente 20 minutos. É importante que permaneça imóvel durante toda a aquisição destas imagens.

Se exame de 2 dias com Iodo-131:

Primeiro dia: o paciente, que deverá estar em jejum de pelo menos 2 horas, irá receber por via oral uma dose muito pequena de iodo radioativo, que não é contraste e não causa reações. A exposição à radiação é muito baixa. Após receber essa dose, o paciente deverá permanecer em jejum por mais 2 horas e será realizada uma imagem da região da tireóide em 2 horas.

Logo em seguida, será administrado por via endovenosa outro medicamento com pequena dose de material radioativo que também não é contraste e não causa reações.

Em seguida, a equipe técnica informará sobre os horários para retorno no dia seguinte.

Após 20 minutos da injeção serão realizadas imagens da glândula tireoide. Para isso, o paciente ficará deitado na maca do aparelho por aproximadamente 20 minutos. É importante que permaneça imóvel durante toda a aquisição destas imagens.

Em seguida, a equipe técnica informará sobre os horários para retorno no dia seguinte.

Segundo dia: O paciente não precisa vir em jejum. Demora cerca de 1 a 2 horas.

Será realizada uma medida do iodo radioativo incorporado na topografia da glândula tireoide.

Será administrado por via endovenosa medicamento com pequena dose de material radioativo que também é contraste e não causa reações.

Após 20 minutos da injeção serão realizadas imagens da glândula tireoide. Para isso, o paciente ficará deitado na maca do aparelho por aproximadamente 20 minutos. É importante que permaneça imóvel durante toda a aquisição destas imagens

×